Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Próxima Paragem

Próxima Paragem

Os mimos do amor

Admito, eu sou uma mimada.

Tenho um homem que me mima imenso, seja ao deitar ou ao acordar.

Ora é miminhos na cabeça, ora é passear as mãos no meu corpo, na minha cara, nos ouvidos e até nas mãos, que é onde eu mais gosto.

Gosto de sentir os dedos dele percorrerem toda a minha mão.

É a melhor forma de me adormecer.

Já não sei viver sem ele e sem os seus mimos que me sabem tão bem. 

Eu tento dar-lhe a quantidade de mimos que ele me dá, mas nem sempre consigo, primeiro porque adormeço rapidamente e também porque ele não adormece se eu não estiver quietinha.

Ora, só me resta receber os melhores mimos do mundo e adormecer não é?

Quando o despertador toca é hora de acordar, mas é neste momento que tudo acontece.

Miminho doce, abraços, beijinhos e dou por mim adormecer novamente.

Isto não é normal, afinal a sensação deveria ser outra! Ahahah... 

Visto que sou uma valente dorminhoca a coisa fica mais difícil! 

 

2 comentários

comenta este post