Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Próxima Paragem

Próxima Paragem

5 Island Sunset Cruise, Tailândia

5 Island Sunset Cruise é um cruzeiro/passeio de barco que nos leva a conhecer cinco lugares com direito a ver o por do sol em alto mar.

Subimos para aquele barco típico na Tailândia, os long tail boat (que já vos falei num outro post) e fomos então em direcção ao barco que nos iria levar a conhecer as cinco ilhas.

Quando o vimos ao longe ficamos super animados, afinal não é sempre que se anda num barco como este.

SAM_2380.JPG

SAM_2381.JPG

É um antigo navio de bela chinês, que hoje ainda esta em uso. Este e muitos como este foram usados em toda a Ásia para extensas viagens oceânicas.

Em menor número ainda são encontrados hoje, em todo o Sudeste Asiático e na Índia, mas principalmente na China. Talvez o mais famoso esteje localizado em Hong Kong.

Este era originalmente um navio de mercadorias com mais de cem anos, que navegou todo o Sudoeste Asiático.

20160305_134636.jpg

Este bonito barco tem o nome de Pla Luang, traduzido para português chama-se "o honrado peixe", um nome nobre e respeitado na Tailândia.

O passeio começou ás duas horas da tarde e terminou ás nove da noite.

Durante o dia tive-mos direito a garrafas de agua, frutas frescas e suculentas (como ananás e melancia) e ao fim do dia tivemos um jantar típico tailandês.

Melhor não poderia estar este jantar!

Estava mesmo muito bom e só não come-mos mais porque a gente não quis, pois havia ainda muita comida.

Não faltou absolutamente nada.

A bordo éramos mais ou menos quinze pessoas. Tinha-mos dois guias que falavam fluentemente inglês e embora o nosso inglês não fosse dos melhores, em nenhum dia foi difícil falar na Tailândia. 

Havia pessoas vindas da Coreia, América, China e nós Portugueses...do Porto carago! 

Ao longo do passeio a vista era incrível.

As pedras calcárias que nasceram ali, no nada, davam vida aquela paisagem maravilhosa. 

SAM_2396.JPG

20160305_161024.jpg

20160305_161505.jpg

Começa-mos por ir conhecer a famosa Chicken Island, uma pequena ilha que tem o formato de um frango, mas eu achei que parecia mais um peru. E vocês? Acham o mesmo?

20160305_161810.jpg

Mesmo ali fizemos pela primeira vez na nossa vida, snorkeling. 

Explicar a sensação do que é estar de baixo de água, pela primeira vez a fazer snorkeling e ver tantos peixes coloridos, assim como planaltos cobertos de corais coloridos, grandes cardumes de pargo, caranguejos, ouriços do mar e pequenos tubarões leopardo é difícil.

A sensação é incrível. Estupenda. Linda de mais. Nunca mais se esquece.

Neste dia fizemos três vezes snorkeling durante o dia e o ultimo foi á noite para ver os plânctons bioluminescentes.

Ver os plânctons bioluminescentes foi a coisa mais sensacional que já fizemos em toda a nossa minha vida e a que já alguma vez vimos, mas neste dia ele não queria ir, assim como quase toda a gente.

Só foram três pessoas e neste dia eu não cheguei a fazer talvez por estupidez minha mas eu tive medo.

Tive porque para além de eu nunca ter entrado na água de noite, pois já estava bem escuro naquela altura, a gente tinha passado para os long tail boat e quando estes estão cheios eles balançam ainda mais se forem alguns a ir á agua e outros não.

O balanço daquele barco mete medo!

Ainda virava e lá se iam os passaportes e tudo mais.

Estava cheia de medo. Mais tarde, em outros passeios que fiz, acabei por fazer snorkeling por duas vezes e ai é que percebi que deveria ter feito da primeira vez, pois no final nada aconteceu. E honestamente, agora percebo que é difícil disso acontecer, mas, quando o medo fala mais alto ele é que sabe. Nada a fazer. 

Não sei se conseguem ver muito bem, mas na foto seguinte, tem uma anémona.

Se houve pessoa mais feliz por ver uma anémona essa pessoa fui eu.

Parvoíce? Talvez. Mas eu adorei.

As anémonas que vi sempre foram em aquários, nunca no mar.

Oh pá, mas que coisa! Achei tão bonito.

Na imagem só tem uma, mas durante a viagem eu contava as que ia vendo e só neste dia vi umas dez anémonas. 

Dizem que dói se lhes tocarmos e eu tinha sempre algum receio de cada vez que a gente subia para o telhado do barco, visto que de lá a gente saltava para a água,

podia eu ter o azar de ela estar lá em baixo a minha espera. Mas não.

Em geral elas andam mesmo em alto mar, pelo menos naquele dia andavam. Ufa! 

Os saltos e acrobacias para a água do telhado do barco foram espectaculares. 

Super divertido 

SAM_2397.JPG 

Depois de um dia incrível, onde as energias foram gastas da melhor maneira, chegou a hora

de ver o sol a ir para casa.

O por do sol, neste dia e em toda a nossa vida foi dos mais lindos e inesquecíveis que vimos.

Foi um por de sol fenomenal. Não poderia ter sido melhor.

Um momento incrível, vivido a dois, num barco onde a alegria e a boa disposição reinaram o tempo todo e onde o momento alto do dia tinha chegado.

Eu e ele, sentados no telhado a contemplar aquela imensa beleza que nos rodeava...

Romântico, único...

Ficará para sempre guardado nas nossas memórias... 

20160305_172444.jpg

 20160305_172422.jpg

20160305_181801.jpg

20160305_182000.jpg

 »Próxima Paragem«

4 comentários

comenta este post