Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Próxima Paragem

Próxima Paragem

Grécia, não é só Ilhas

A Grécia é muito conhecida pelas suas ilhas, é claro! São realmente lindíssimas.

Contudo, Chalkidiki por exemplo, embora não seja uma ilha, está situada num dos melhores (re)cantos da Grécia com o Mar Egeu há sua volta.

 Grécia

A zona onde esta se situa tem o formato de uma mão com três dedos e no terceiro "dedo" está situado o Monte Ateus, um local onde só vivem monges e onde tem alguns mosteiros grego-ortodoxos.

Estava a pensar ir até láfazer uma visita, mas quando soube que as mulheres apenas podiam sair do barco e ficar por ali no cais, desisti da ideia. 

Quando fui passar umas boas férias por terras gregas, fui para Chalkidiki e fiz também um passeio muito breve pela segunda maior cidade da Grécia, Tessalónica, que vos falarei num outro post.

Foram umas férias mesmo de verdade. Não fiz nada mais que, comer bem, apanhar bons banhos de sol, como também bons banhos em aguas mornas e transparentes e pela primeira vez

andar nas bóiasrápidas puxadas por um barco. 

Mar na Grécia

Grécia

Oh yeahhh... aquilo sim, foi a loucura!!! Espero um dia tornar a repetir. Foi super divertido!!!

Lembro-me de que nós, ás seis horas da manha já estávamos acordados, porem ainda na cama a ouvir os passarinhos que faziam questão de cantar em alto e bom som.

Com aquelas cantorias, era sinal que já estava na hora de pegar no saco com as toalhas de praia, o protector solar e bóra lá tomar o pequeno almoço primeiro e depois sentir a areia fina nos pés.

Praticamente todos os dias fomos os primeiros a chegar ao restaurante, onde serviam os pequenos almoços. 

O pequeno almoço, em todos os hotéis que já estive até hoje, sempre foram óptimos, mas este foi mesmo o melhor de todos. Havia de tudo, completamente. 

Durante o dia passeamos pelos arredores do hotel, não saímos muito da nossa zona de conforto, até porque a gente tinha tudo o que queríamos, a começar pelas nove piscinas que o hotel tinha, assim como a praia privada. 

Grécia

Não precisava-mos absolutamente de mais nada. Estava tudo ali ao alcance.

Foram férias para relaxar, só e apenas. Almoça-mos duas vezes fora.

Lembro-me de ter comido numa dessas vezes, umas sardinhas assadas na brasa muito apetitosas e num outro dia, em outro restaurante simpático, provei algumas variedades de peixe acompanhado com arroz e batata frita, que foi de comer e chorar por mais.

Também me lembro de ter provado uns molhos típicos gregos, um dos quais Tzatziki.

Comprei até umas especiarias na altura, para trazer e fazer este molho cá em casa. Muito bom mesmo, recomendo. 

Especiarias, peixe e molhos na Grécia

Todos os outros almoços eram no bar do hotel em frente ao mar. Maravilhoso. Aquela brisa fresca, a musica, a cor do mar que nos preenchia os olhos e o sossego que por ali pairava era realmente satisfatória. 

Jantávamos no hotel e ai já não éramos dos primeiros. Gostávamos de estar na praia até o sol se por.

Contudo, sempre chagamos a tempo e ainda dentro de horas. Adorava os jantares e as sobremesas nem se falam, embora não gostei de nenhum doce típico Grego, todos eram à base de folhados e bastantes oleosos.

Depois do jantar, vinha a hora da musica ao vivo e as caminhadas pelos jardins do hotel.

As musicas eram calmas, mesmo para saborear as noites, envolvidos num ambiente romântico e tranquilo, enquanto a gente fazia a nossa caminhada olhando a imensa quantidade de rosas e flores que haviam pelos roseirais onde passávamos.

Grécia

Roseirais

Mágicas, foram aquelas noites quentes de verão, num Pais que de repente, do nada, foi o nosso destino de férias.

Foi preciso ir à Grécia para, pela primeira vez comprar uma máscara de mergulho e o respectivo snorkel. Bem, valeu muito apena, com aquelas águas cristalinas conseguia ver até os peixes mais pequeninos que por lá nadavam.

Mergulhar nas aguas gregas

Muitas vezes íamos para as camas de baloiço que havia lá nas arvores, saboreando assim o gelado de nata que nos sabia tão bem. De fundo, tinha-mos as aguas translúcidas, com ondas que quase não se ouviam bater.

Grécia

Esplêndidas, é o que  posso dizer destas férias.

Deixou saudades, mas ainda não nos esquecemos do caminho para lá. Quem sabe, um dia, com os nossos filhos.

 

 

 

4 comentários

comenta este post